Manchetes

Para escrever seus Comentários, clique no título da Postagem. Paz e Bem!

Recesso

Caros leitores, o Reflexões Franciscanas entra em recesso por algumas semanas. Como de costume, algumas publicações foram programadas e notícias urgentes podem ser postadas a qualquer momento. As Homilias aos Domingos e o Santoral diário, bem como os "Ditos do Papa Francisco" continuarão sendo atualizados diariamente.
T

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

“O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”. (Lc 21,33).




Certa vez disse Cristo a seus discípulos: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Lc 21,33). Esta frase afirmativa de Jesus Cristo, quando ouvida rapidamente, nos causa estranheza, no entanto, provoca-nos a refletir acerca da importância que damos as Palavras de Cristo em nossa vida.

Nosso Senhor nos assegura que suas palavras não hão de passar. Aqui o verbo passar pode ser entendido como: algo a ser transposto, substituído, padecido, ficado no passado. Cristo nos afirma que suas palavras são como rocha firme, por isso é que podemos construir nossa morada em cima desta rocha. Mas, o que significa construir nossa morada em cima da rocha que são as palavras de Cristo?

No dias atuais, o ser humano cada vez mais está desfocado. Perder o foco significa perder o rumo de sua existência e deixar-se levar pela massa. Em outras palavras, estar desfocado é como alguém que usa óculos para corrigir o foco do globo ocular, quando fica sem seus óculos sua visão fica desfocada. Do mesmo modo vem acontecendo com o ser humano atualmente, sua visão está desfocada.

Ver desfocadamente é viver sem levar em consideração as palavras de Jesus. É considerar o poder e o dinheiro como sendo metas imprescindíveis para a vida.

Certamente já lhe passou pela mente pensamentos do tipo: “preciso trocar meu carro”; “este celular já está velho”; “preciso de um notebook melhor”; “amanhã mesmo vou à loja para comprar aquela bolsa vermelha”. Estes e tantos outros pensamentos cotidianamente passam pelas nossas mentes, seguramente a maior parte deles, impulsionados pelo marketing, que as marcas e propagandas bombardeiam a nossa visão.

Aqui o intuito não é criticar se alguém tem ou não algo novo. Pelo contrário, desejamos chamar a atenção para a importância para com as palavras de Cristo.

Na contemporaneidade tudo facilmente pode ser volátil e passageiro. Isso ocorre devido ao rápido desenvolvimento que acontece nos meios tecnológicos e científicos. O consumismo preenche as estantes de nossos mercados, as vitrines dos shoppings seduzem os nossos olhos. Com certeza tudo isso passa. Se Cristo estivesse hoje ele diria: “Os celulares, os notebooks, os carros, os produtos vendidos e oferecidos pelo marketing dos shoppings e lojas, tudo isso passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”.

Então, o que significa construir a morada da nossa vida a partir das palavras de Jesus? Como viver as palavras de Cristo que não hão de passar?

Não há resposta pronta nem há receita para se viver a Boa-Nova. Cristo nos aponta o caminho, nos dá indicações. Indicações estas que penetram no mais profundo de nossos corações e provocam mudanças radicais. Mudanças que nos possibilitam enxergar com foco. Mudanças que nos permitem ver o irmão que está ao meu lado. Mudanças que nos transformam.

Estamos em um tempo próprio de mudanças, o tempo do Advento. Ao esperar a vinda do menino Deus, é necessário pouco a pouco nos transformar. Neste período que antecede o Natal é preciso preparar a manjedoura de nosso coração para acolher o menino Jesus. Certamente, esta atitude está na contramão da sociedade consumista, a qual enfeita suas casas, suas lojas com muitas luzes, muitos enfeites. Porém, se esquecem de enfeitar, organizar e preparar a moradia interna, o coração.

Portanto, é tempo de nos prepararmos para a chegada do menino Deus e construir a nossa moradia sobre a rocha das palavras de Jesus Cristo.


“O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”. (Lc 21,33).
T

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...